1ª aula em sala (13/04) – Informática e Introdução à Produção Cultural

A aula de quarta-feira (dia 13/04) do curso foi simplesmente um show!

No primeiro tempo de aula, o professor de informática básica, Moisés André, mostrou aos alunos como fazer um documento em conjunto no Google Docs
e antes do professor explicar qual era a atividade, eles simplesmente “quebraram a cabeça” para tentar começar a digitar o trabalho.

Depois desse quebra-cabeça, finalmente a atividade foi explicada: Os alunos se dividiram em 3 grupos: Teatro, Dança e Música.

Para cada tema, foi definido um “líder” para que se pudesse coordenar todo o trabalho, através de temas propostos por esses líderes de cada grupo.

Feito isso, os outros alunos deveriam escrever um texto sobre cada tema em conjunto.

A medida que os alunos iam alimentando o documento, os projetos começavam a ganhar forma e ficar show de bola!

Abaixo, um trecho do que cada grupo produziu sobre cada tema:

  •  Teatro:

“Laboratório: Técnica utilizada pelo ator para montar o seu personagem, requer muita atenção, sensibilidade e muito estudo , pois é importante que ator tenha pleno conhecimento do que ou quem vai representar.

O laboratório é muito importante , para o ator dar mais vida e realidade ao seu personagem, onde o ator estará observando e obtendo informações sobre comportamentos . É também para trabalhar atitudes, linguagens , culturas da região e atitudes religiosas , o laboratório serve tanto pra o teatro, televisão, cinema entre outros. […]”

  • Música:

“A música foi e sempre será importante em todas as épocas. No século 18, na aristocracia européia o que se curtia era a música erudita. E todos os povos de todos os lugares curtem até hoje. Com a vinda da Família Real para o Brasil, a música erudita ganhou força nas elites, mas outras fontes musicais também tiveram seus sons ecoando pela cidades e praças do Brasil. Uma mistura sonora está em todo lugar devido a miscigenação do brasileiro […]”

  • Dança:

“A Dança enquanto Movimento Corporal: Falar do homem implica também falar de seu corpo. Corpo estático, em movimento, social, corpo físico, entre outros, pois o corpo em sua idiossincrasia, ao navegar por tempos e lugares diferentes, passa a representar não apenas aquilo que se revela biológico. Mas, o corpo, como lugar onde se inscrevem os elementos culturais presentes nas experiências que os sujeitos vivem ao longo de sua existência, é a primeira forma de identificação, pois logo ao nascer somos identificados através da corporalidade, como homens e mulheres (Sayão, 2003)[…]”

Isso é só uma mostra do que essa galera já tá começando a produzir e com certeza, vem muito mais por aí!

Após essa mini-produção que eles fizeram, um merecido descanso para repor as energias, porque depois do intervalo haveria a aula da professora do IFRJ – Campus Nilópolis, Renata Silêncio, sobre Introdução à Produção Cultural. A aula da professora foi basicamenten uma palestra sobre o que é a Produção Cultural em si, as atribuições de um produtor cultural, áreas de atuação, onde há cursos de Graduação em Produção Cultural e além disso, a professora compartilhou com os alunos as diversas experiências dela na área, de uma maneira bem simples, compreensível e divertida.

Bom, esse foi um resumo da primeira aula em sala do curso… Quarta-feira tem mais!

É isso, galera!

Abraços e Até!

Por Victor Baetas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: