Aula do dia 08/06 – Projetos Socioculturais e Políticas Culturais

No dia 08/06, a professora Ana Luisa e o professor João Guerreiro, entraram em cena, para dar as aulas sobre Projetos Socioculturais e Políticas Culturais, respectivamente.

No primeiro tempo, a aula foi dedicada a falar sobre os Projetos Socioculturais, onde a professora Ana Luisa iniciou a aula falando sobre alguns exemplos de projetos socioculturais e falou sobre os objetivos que esses projetos devem ter.

Falou sobre 4 pontos que o projeto deve ter: Foco, Identidade, conteúdo e um ponto que é muito importante, o seu conhecimento. Além disso, falou sobre a excelência artística, que nada mais é do que o projeto tenha alguma expertise, que tenha um articulamento e etc.

Depois, falou sobre as questões territoriais, sejam elas no que diz respeito do seu projeto, ou seja, o espaço que você pretende aplicar o seu projeto.

Após a fala, a professora fez uma atividade com os alunos, onde eles tinham que se dividir em 3 grupos, e realizar a leiturade texto entregue pela própria professora e feito isso, eles tinham que dar um exemplo, a partir da leitura do texto, de um projeto que deveria conter os seguintes itens: Ser sociocultural, ter excelência e qual é a ocupação territorial do mesmo. Depois de terminado o tempo dado pela professora, os alunos apresentaram as suas propostas e a professora debateu com os alunos sobre os mesmos, finalizando a aula.

Após o intervalo, quem deu aula para os alunos foi o professor João Guerreiro, que começou a aula falando sobre os objetivos da aula, e sobre o que são as políticas culturais e quando as mesmas surgiram.

Fez também um histórico sobre a construção do projeto de politica de cultura no interior do estado, de 1930 a 1970, passando pela construção da identidade nacional, que é a construção do popular.

Fez ainda um histórico cultural, que passou pelos anos de Brasil Império, pela ditadura de 1964, relacionando a mesma com as políticas culturais da época, por 1988, com a nova constituição, e os novos projetos para a área cultural, até a criação da Lei Rouanet, que só foi regulamentada no governo de FHC, em 1995, e finalmente chegando as políticas culturais dos dias atuais, realizando debates sempre entre os tópicos.

Bom, esse foi mais um resumo das aulas do curso!

Até a quinta, com mais um post sobre as aulas do dia 16/06

Abraços e até!

Por Victor Baetas

Anúncios

Aula do dia 01/06 – Economia e Gestão Popular

Na aula de ontem, a Professora Pâmella Passos deu aula sobre a Economia e a Gestão Popular para os alunos do curso.

A aula foi iniciada com o documentário “Mulheres e o Mundo do Trabalho”, do Instituto PACS (Políticas Alternativas para o Cone Sul), que fala sobre as desigualdades do mercado de trabalho entre os homens e as mulheres, especialmente a divisão do trabalho doméstico, e mostra a vida de 4 mulheres que conheceram as visões mais justas e simples da economia e fizeram disso uma mudança em outras coisas de suas vidas.

Após o documentário, foram levantadas questões sobre o filme, entre elas, a relação entre o trabalho dos alunos na área de produção cultural e o trabalho doméstico no filme.

Foi falado sobre a Economia e a Gestão Popular, e a partir do tema, discutiu-se sobre o que é economia (a partir de uma definição de dicionário e o que é na realidade), além de falar sobre o que é a Gestão Popular em si.

Além disso, falou-se sobre os “pressupostos para uma economia dos setores populares”, onde entre esses pressupostos, encontrariam-se a “Gestão como um catalisador de forças dispersas, que dependendo do uso, pode potencializar a mudança social” e a “formação afirmando seu caráter estratégico na constituição de resistências.”

Após o intervalo, os alunos voltaram para a sala de aula e basicamente colocaram tudo o que foi visto no primeiro tempo em uma aula prática e começaram  a se organizar para o Festival Periferias em Cena, entretanto, sem a presença da Profª. Pâmella, para que eles pudessem vivenciar uma auto-gestão de um evento, e assim, aprendendo a lidar com as diferenças.

Esse foi mais um pequeno resumo das aula de ontem do Periferias em Cena!

Até o próximo post com o resumo da aula do dia 08/06

Abraços!

Por Victor Baetas

Aula do dia 25/05 – Marketing Cultural e Organização do Festival Periferias em Cena

Hoje, os professores Caio Amorim e Pâmella Passos, entraram em cena e deram aulas de Marketing Cultural e Organização do Festival Periferias em Cena.

No primeiro tempo, o professor Cai0 Amorim começou a aula com o curta-metragem “Levante sua Voz”, do diretor Pedro Ekman, e produzido pelo Intervozes. O curta tem uma linguagem inspirada no filme “Ilha das Flores”, de Jorge Furtado. O vídeo “Levante sua Voz” mostra e faz uma comparação da regulação da comunicação no Brasil com a lei da selva, onde os mais fortes ditam as regras.

Ao final do vídeo, o Pró-Reitor de Extensão do IFRJ, Luiz Edmundo Aguiar fez uma rápida visita aos alunos do curso, para conversar com eles sobre o curso e o que eles estavam achando.

Depois da visita do Pró-Reitor, o professor abriu um debate com os alunos sobre o vídeo e diversas técnicas de usos da mídia para esse Marketing Cultural.

Após o intervalo, os alunos voltaram para a sala de aula, e tiveram uma aula com a professora Pâmella Passos, sobre a Organização do Festival Periferias em Cena, onde discutiu-se a divisão dos grupos de alunos que escreverão sobre alguns temas que estarão no livro. Além disso, a professora ainda discutiu com os alunos sobre a Elaboração de um projeto coletivo para a Secretaria do Estado de Cultura e ao final da aula, falou sobre alguns detalhes da Organização em si do Festival Periferias em Cena.

Bom, esse foi mais um mini-resumo das aulas do curso que acabaram ainda pouco!

Até semana que vem, com mais um resumo das aulas do dia 02/06.

Abraços e até lá!

Por Victor Baetas

Aula do dia 18/05 – Oficina de Elaboração de Projetos

No dia de ontem, uma oficina de elaboração de projetos culturais, da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro foi realizada durante os dois tempos de aula do curso.

Antes do início das aulas, Marcela Camargo, que também é da Secretaria de Cultura do Estado, trouxe um questionário para que os alunos respondessem em que áreas culturais eles trabalham, o que fazem entre outras perguntas que envolviam, no que de fato, os alunos trabalhavam e produziam.

Depois disso, as professoras Simone Nascimento e Maria Cecilia, no primeiro tempo de aula, falaram detalhadamente sobre o EAPCULT, que é o Escritório de Apoio à Produção Cultural e também deram detalhes sobre os vários núcleos do escritório e no que cada núcleo trabalha.

Após o intervalo, as professoras começaram de fato a oficina sobre a elaboração de projetos culturais, que tem por objetivo “contribuir para a qualificação de Agentes Culturais, no que se refere a elaboração de projetos do campo artístico, e cultural, visando sua inserção no mercado cultural fluminense.”

Elas falaram também sobre o que é um projeto, passando pelo seu entendimento, a sua estrutura geral de um projeto,desde o que cada item dessa estrutura deve ter, itens esses como uma introdução, falaram sobre a concepção de projetos e falaram ainda sobre os editais que se encontram abertos nesse momento.

Bom, esse foi mais um resumo das aulas da semana do curso.

Semana que vem, mais um post sobre as aulas.

Abraços e até lá!

Por Victor Baetas

PS: Ao final da aula, ainda deu tempo de uma foto dos alunos com as professoras do curso, e com a professora Pâmella Passos

Peça “45 Minutos” e Aula do dia 11/05 – Projeto Cultural e Leis de Incentivo à Cultura

Hoje o post vai ser um pouco grande, pois tem monte de coisa pra falar!

Enfim, então vamos a elas:

No dia 06/05, os alunos foram até o Teatro Sesi, no Centro, para assistir a peça “45 Minutos”, um monólogo estrelado pelo ator Caco Ciocler, onde ele, em 45 minutos, é obrigado a entreter o público em troca de comida, e do pequeno quarto onde mora, nos fundos do teatro.

Abaixo, algumas opiniões dos alunos sobre a peça:

“45 minutos para pensar/para refletir/para ragir/para interagir/para resgatar/para salvar uma alma perdida dentro de si, que por circunstância do destino, e descaso das pessoas, manteve-se inerte por tempos, na espera de que alguém o resgatasse dessa situação, retirando enfim, não só o artista perdido nesse marasmo, mas o ser humano que com certeza ali ainda existe, a espera de ser resgatado.” – Geysa

“Super interessante, mas melancólico. Viajei na paranóia do personagem de estar deprimido em um quartinho, já em decadência da carreira; Quase um paciente de trantorno psíquico achei que o momento fatal, seria o tiro na cabeça. Adorei a ideia do quartinho que nunca ninguém visita, mas curti o momento de ser audaciosa em visitar o personagem nos fundos do teatro.” – Cida

Já nas aulas de ontem, quem entrou em cena foi a professora Marisa Mello, e deu aulas para os alunos nos dois tempos, sobre Projeto Cultural e Leis de Incentivo à Cultura, respectivamente.

O primeiro tempo de aula foi sobre Projeto Cultural, onde ela apresentou aos alunos como fazer um projeto cultural, e o que o mesmo deve conter, passando pelos objetivos do projeto, o projeto principal, os projetos secundários, entre outros itens muito importantes, para fazer com que esse projeto fique bem apresentado.

Ela ainda mostrou no primeiro tempo de aula, alguns [muitos] detalhes sobre um projeto realizado por sua equipe, chamado “Cartazes Cubanos – Um olhar sobre o cinema mundial”, e utilizou justamente esse projeto para exemplificar cada item que deve se conter em um projeto cultural.

Após o intervalo, os alunos voltaram para a sala de aula, para ter mais um tempo de aula com a professora, que continou mostrando os detalhes do projeto, entre planilhas, documentos, editais, e além disso, ainda falou sobre os meios de se conseguir recursos para apresentar ou expor um projeto cultural, entre eles: Editais, Leis de Incentivo à cultura , como a Lei Rouanet e Lei do ICMS (estadual), Recursos privados, entre outros.

Esse foi mais um resumo da aula da semana do curso!

Até a semana que vem, pessoal!

Por Victor Baetas

Aula do dia 05/05: Organização (Parte 1) e Informática (Excel)

As aulas de Organização (Parte 1) e Informática (Excel), com a professora Pâmella Passos e com o professor Silvio Mello, respectivamente, marcaram presença no dia de aulas do curso.

O primeiro tempo de aula foi da professora Pâmella Passos, onde ela teve uma conversa com os alunos sobre a organização do Festival Periferias em Cena, que será realizado ao final do curso, entre outros assuntos de interesse aos alunos, como visitas técnicas e etc.

Após o intervalo, o professor Silvio Mello deu uma aula sobre o Excel, que é um programa do pacote Office, que tem como finalidade principal criar tabelas e gráficos. Os alunos aprenderam o básico do programa, onde os mesmos teriam que criar uma tabela e realizar diversos cálculos fazendo uso das fórmulas em formato do Excel e mais alguns exercícios para que eles pudessem praticar.

Bom, esse foi mais um resumo sobre as aulas da última quinta-feira (05/05).

Até a semana que vem, com mais um post sobre as aulas do dia 12/05.

Abraços!

por Victor Baetas

Aula do dia 27/04 – Informática (Word e PowerPoint) e Teorias da Cultura

Na aula de ontem, os professores Silvio Mello (IFRJ/Maracanã) e Victor Hugo Adler (UERJ) deram aulas de Informática para Word e PowerPoint e Teorias da Cultura, respectivamente.

O primeiro tempo de aula foi sobre a Informática para elementos de uso comum no dia-a-dia do Pacote Office, que são o Word, programa que edição de textos e o PowerPoint, programa de criação de slides para uma apresentação.

A primeira parte da aula, foi destinada ao Word, onde os alunos puderam aprender como usar as mais diversas ferramentas desse programa, como formatação dos textos, das palavras, em relação aos parágrafos, margens, entre outros recursos básicos que podem ser aproveitados no programa.

Já a segunda parte da aula do professor Silvio, destinou-se ao PowerPoint, outro programa de muita utilidade do pacote Office, onde foram ensinados aos alunos, alguns dos princpíos básicos do programa, como mudar o design do slide, tempo de apresentação, efeitos visuais e sonoros, adição de vídeos aos slides e etc.

Após o intervalo dos alunos, o professor Victor Hugo Adler, da UERJ, mostrou aos alunos numa aula muito dinâmica, as teorias da Cultura, desde um histórico da palavra “Cultura”, e as suas teorias, passando pelos seus precursores, como Peter Burbe, no século XVIII até a Alemanha da época, onde havia uma valorização do popular, para a construção de identidades regionais.

O professor falou também de pensadores sobre o assunto na atualidade, como Marilena Chauí e Néstor Canclini (ARG) e sobre a Literatura Marginal em São Paulo, e as suas grandes influências como Preto Ghoéz e Érika Nascimento.

Falou também sobre as “culturas” erudita, de massa e popular, onde em um exemplo, ele citou como sendo as culturas eruditas o “legado cultural do Ocidente, a cultura acadêmica”, as culturas de massa sendo “a mercadoria da indústria cultural” e a popular, como sendo “a cultura tradicional, o folclore, o rural.”

E além disso, fez a leitura dos textos  “Cultura é Poder”, de Preto Ghoéz, e “Solar dos Príncipes”, de Marcelino Freire.

Bom, esse foi um pequeno resumo das aulas de ontem (27/04).

Até a semana que vem, onde faremos mais um post da aula do dia 03/05!

Por Victor Baetas

Entradas Mais Antigas Anteriores Próxima Entradas mais recentes